Doenças Transmitidas por Vetores

A transmissão de doenças humanas e animais por certos grupos de artrópodes está bem documentada e estabelecida. Analisando a lista de insetos que são classificados como vetores de doenças e o espectro de doenças que podem transmitir, não é de se admirar que seu controle seja considerado um meio tão importante de proteger a saúde pública. 

Os mosquitos são os insetos transmissores de doenças mais significativos; estão associados a doenças, como malária, febre amarela, dengue, várias doenças de tipos da encefalite e alguns dos parasitas que causam a filaríase. Outros vetores transmissores de doenças incluem moscas tsé-tsé, triatomídeos, os verdadeiros flebotomíneos, borrachudos (simulídeos) e pulgas, bem como carrapatos e outros artrópodes.

Na ausência de vacinas eficazes, os medicamentos ou outros meios para gerir a incidência de muitas dessas doenças, o controle de vetores continua a ser uma intervenção primária na proteção da saúde pública.

Técnicas típicas de controle de vetores incluem pulverização residual de interiores, pulverização de ambientes contra insetos voadores, controle da origem das larvas e larvicidas e uso de materiais tratados com inseticida, como mosquiteiros.

Doenças Tropicais Negligenciadas
Saiba Mais