Larvicidas

Print page
Tratar os criadouros dos mosquitos é geralmente uma opção interessante para o controle. Afinal, um número relativamente grande de larvas estará presente numa área muito menor, em comparação com a área de tratamento muito maior para mosquitos adultos voadores.

Todos os mosquitos precisam de água para concluir seu ciclo de vida, porém nem todos os mosquitos preferem as mesmas condições. Algumas larvas de mosquitos se desenvolvem em ambientes de água poluída ou salobra, enquanto outras preferem água mais limpa. Outras espécies preferem colocar seus ovos em pequenos corpos d’água (p. ex., poças, pegadas de gado ou pequenos recipientes). O tipo e o número de criadouros de dada área é um bom indicativo dos tipos de vetores que podem estar presentes (e do quão abundantes eles são). 

Tal diversidade de preferências de reprodução pode ser bem ilustrada considerando-se dois gêneros importantes de vetores, como o Anopheles (um gênero que contém vetores da malária) e o Aedes (que contém os principais vetores a dengue e da febre amarela). 

  • A maioria das espécies de Anopheles prefere água limpa e não poluída, e suas larvas foram encontradas em pântanos de água doce ou salgada, manguezais, arrozais, valas gramadas, margens de córregos e rios, e poças pequenas e temporárias de chuva. Muitas espécies preferem habitats com vegetação, enquanto outras preferem habitats sem vegetação. Algumas se reproduzem em corpos d’água abertos e ensolarados, enquanto outras preferem criadouros à sombra em florestas, cavidades de árvores ou nas axilas das folhas de algumas plantas.
  • As principais espécies de vetores do gênero Aedes (Aedes aegypti e Aedes albopictus) são reconhecidas como espécies que se reproduzem em recipientes. Preferem pequenos volumes de água (artificiais ou naturais) que incluem ambientes como a água da chuva acumulada em pneus usados, latas descartadas e recipientes plásticos, peças de automóveis abandonados, pratos de retenção de água sob vasos de plantas e situações naturais como a água coletada em folhas mortas, buracos de árvores e piscinas em rochas.

Os criadouros podem ser tratados por meio de iniciativas de engenharia (p. ex., esquemas de drenagem), melhoras ao saneamento (p. ex., remoção de entulho que possa reter a água da chuva) ou por ataque específico com larvicidas de mosquitos. Em muitas situações, é necessário combinar alguns desses métodos em uma abordagem integrada. A diversidade nas preferências das espécies por criadouros pode representar um desafio para uma implementação eficaz, especialmente nos locais com presença de várias espécies.

Saiba mais sobre os larvicidas disponíveis na Bayer. Para saber mais sobre os produtos disponíveis em seu país, entre em contato com seu especialista local da Bayer.